Acho que vou carregar uma lanterna imaginária na mão. Um filósofo da antiguidade carregava uma lantena na mão em busca de um homem honesto.
Eu estou de olho no programa eleitoral  procurando candidatos que realmente queiram fazer algo pela escola pública e pela educação no Estado de São Paulo e pelo Brasil.
Vem com as mesmas promessas de sempre.
Muitos com a cereja em cima do bolo podre.
As verbas que a escola pública são milionárias e as escolas miseráveis. Verba não chega no aluno que é lembrado apenas como desculpa para as verbas gordas.
O remédio todos sabemos que é a fiscalização.
Não fiscalizando o serviço e pagando o funcionário fazendo ou não fazendo o serviço, aquele que faz passa por trouxa e acaba não fazendo por conta da pressão de quem não faz.
Não ví ainda uma proposta para os pais.Falam de aluno,que é por conta dele que a verba sai.
Falam de salário de professor, e aumentando o salário do professor para qualquer quantia sem fiscalizar não resolve o problema da escola pública. O salário pode ser milionário: nos primeiros meses o professor vai se sentir contemplado, mas seu padrão de vida vai aumentando. O carro que era um popular passa a ser o mais caro, ele muda de casa e de habito e no final de poucos meses o salário altissimo fica baixo e ele vai começar a berrar atrás demais…A ganância do ser humano é insaciável e professor É UM SER HUMANO.
Projetos sem a participação dos pais para fiscalizar não dão em nada.
Os Conselhos de Escola são órgãos expúrios, onde os pais são sempre os mesmos e escolhidos pela direção da escola. Muitas vêzes Conselho de Escola se comportam como uma quadrilha : SE REUNEM PARA VIOLAR A LEI. Elaboram Regimentos Internos criminosos que violam a lei frontalmente e são homologados pelas Diretorias de Ensino
Os pais não tem onde reclamar.
Não estou vendo um candidato propor uma Ouvidoria onde os pais possam levar suas denúncias.
Nos espaços da Escola Pública não tem lugar para os pais.
Os pais são os maiores interessados que a escola pública seja uma escola da melhor qualidade.
Os pais pagam os impostos e usam o serviço e são deixados de lado.
Como um pai consciente vai fazer parte de um Conselho de Escola ou de uma APM se não tem onde encaminhar a denúncia caso encontre irregularidades. NInguem garante que o seu filho não seja ferozmente perseguido dentro da escola.
Somos também os maiores interessados que nossos filhos se tornem um homem de bem. Serão nossos filhos para toda a vida. Mesmo os mais dificeis. Não temos ex-filhos.
A professora tem ex aluno e a escola expulsa os mais dificeis, os lideres e os rebeldes.
Enquanto não houver uma Ouvidoria desatrelada da Secretaria da Educação e da corporação a escola vai continuar corrupta e a impunidade ditando as suas regras imorais dentro da escola.
Os pais são os legitimos donos da escola.
Fiscalizar, demitir os maus e premiar os professores excepcionalmente bons, é o que precisamos.
Precisamos ser ouvidos, as Ouvidorias que a Secretaria de Educação de São Paulo mantem, são surdas.
Vou continuar com a lanterna feito Diógenes o filósofo debochado, a procura de um candidado que esteja preocupado em garantir de fato a participação dos pais na Escola Pública, a escola que ele paga a vida inteira e onde seu filho usa uns poucos anos e é tratado como o problema da escola

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s