São Paulo, 20 de junho de 2011

 

Nota à imprensa

 

Eu, Raimundo Pires Silva, engenheiro agrônomo e militante da Reforma Agrária, venho, por meio desta, informar o meu desligamento da Superintendência do Incra, em São Paulo.

 

Ao longo destes oito anos, sempre primei para que o imperativo da função social da terra, constitucionalmente direito do povo brasileiro, fosse garantida através das Políticas Públicas atribuídas ao Incra e a todas as outras instituições que têm este dever.

 

Em 2003 havia 44 assentamentos no estado de São Paulo e atualmente são cerca de 116, que promovem cidadania, trabalho e renda a trabalhadores desempregados.

 

O meu desligamento visa colaborar com as investigações que ora se colocam sob esta Superintendência e reafirmo que esta conduta sempre foi primada durante a minha permanência no cargo. O Incra-SP sempre atendeu prontamente a todas as solicitações do Ministério Público Federal, Polícia Federal e qualquer outro órgão de controle, como CGU e TCU e também teve inúmeras iniciativas na fiscalização dos recursos e na denúncia aos órgão competentes de qualquer indício de irregularidade encontrada, objetivando a defesa do patrimônio público.

 

Saliento que vou continuar colaborando com as investigações, prestando todos os esclarecimentos que forem necessários.

 

Deixo meu agradecimento às dezesseis mil famílias assentadas com as quais convivi e para as quais trabalhei durante a minha gestão, que mostram, por meio de seu trabalho, que é possível um país mais digno e justo.

 

Gostaria de salientar que a Reforma Agrária é condição de desenvolvimento de uma nação e não pode-se vencer os atrasos e as injustiças sem a distribuição da terra.

 

Por último, quero reafirmar que acredito na democracia do Brasil e solicito que, portanto, leve-se à cabo os meus direitos assegurados pela Constituição Federal, quais sejam: cidadania e liberdade, assim como o contraditório e a ampla defesa.

 

Sem mais,

 

Raimundo Pires Silva

Anúncios
Comentários
  1. andré diz:

    aleluia que os anjos digam amem!!!!!

  2. em defesa da Reforma Agrária diz:

    O Raimundo é um exemplo de gestor público, o resultado poder ser visto nos assentamentos de São Paulo! Sempre lutou e defendeu a Reforma Agrária!
    É uma perda, mas a história o reconhecerá… e
    Bombril: estamos com você! Obrigada por nos fazer acreditar que existe ainda gente honesta com coragem para ocupar espaços públicos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s