Em reunião da bancada do PT na Câmara dos Deputados, realizada na manhã desta quinta-feira (11), o líder da bancada, deputado Paulo Teixeira (PT-SP) anunciou a criação de dois grupos de trabalho que acompanharão e promoverão o debate de dois temas considerados prioritários para a bancada neste semestre.
São eles: a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais e a regulamentação da divisão dos royalties do petróleo a ser extraído da camada pré-sal.

Na avaliação do líder da bancada,  os grupos de trabalho cumprirão função importante no debate e na articulação política com os atores sociais envolvidos com a questão. Sobre o GT que debaterá a redução da jornada ele anunciou encontro com entidades sindicais. “Vamos nos reunir com a CUT no próximo dia 25 e com todas as outras centrais sindicais posteriormente para debatermos e negociarmos ajustes na proposta de redução da jornada de trabalho. O grupo de trabalho terá um papel fundamental nesse processo, inclusive elaborando a nossa estratégia para encaminhar esta matéria”, destacou Teixeira.

O deputado Vicentinho (PT-SP) será o coordenador do grupo que debaterá a proposta de redução da jornada de trabalho e defendeu a sua aprovação ainda este ano. “Essa é uma bandeira histórica do PT e do movimento sindical brasileiro e há diversos estudos científicos pelo mundo que comprovam os benefícios de uma jornada não superior a 40 horas semanais, tanto em termos de bem estar e saúde do trabalhador, quanto até mesmo na sua produtividade. Portanto, temos convicção da necessidade de aprovação desta proposta não apenas para os trabalhadores, mas para a economia do País como um todo”, declarou Vicentinho.

Já o grupo de trabalho que tratará dos royalties do pré-sal terá o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) na sua coordenação.

Ambos os GTs  estão abertos à participação de mais parlamentares petistas (entrar em contato com a Liderança).

Confira a composição atual dos grupos criados na reunião desta quinta:

Grupo de Trabalho da jornada de 40 horas:
– Vicentinho (SP) – coordenador
– Arlindo Chinaglia (SP)
– Benedita da Silva (RJ)
– Carlinhos Almeida (SP)
– Janete Rocha Pietá (SP)
– Newton Lima (SP)
– Policarpo (DF)
– Ricardo Berzoini (SP)
– Rui Costa (BA)

Grupo de Trabalho Comissão dos royalties do pré-sal:
– Arlindo Chinaglia (SP) – coordenador
– Alessandro Molon (RJ)
– Assis Carvalho (PI)
– Assis do Couto (PR)
– Eliane Rolim (RJ)
– Fernando Marroni (RS)
– Luci Choinacki (SC)
– Marcio Macedo (SE)
– Newton Lima (SP)
– Zé Geraldo (PA)

(Da Liderança do PT)

Anúncios
Comentários
  1. Eugênio diz:

    Isso NÃO é grupo. É uma CORJA de ELITISTAS do PT (Partido das Toupeiras) a espera da SUBSERVIÊNCIA do NORTE/NE. Estão CONDICIONADOS a acharem que eles podem conduzir-nos e ditar as NORMAS a serem seguidas de acordo com seus interesses.

    Arlindo Chinaglia quer que nós banquemos as Universidades de São Carlos e São José dos Campos em detrimentos as nossas Universidades no NORTE/NE.

    Arlindo Chinaglia quer que banquemos seus Parques Tecnológicos e Industriais a criarmos os nossos parques no NORTE/NE.

    Arlindo Chinaglia faz parte dos GRUPINHO dos ELITISTAS SEPARATISTAS e, que não nos enganemos, chega, demos um basta nestes lacraios sanguessugas usurentos!!

    Tudo que os SEGREGADORES ELITISTAS do PT querem é nós digamos SIM a eles e NÃO a nós mesmos. Quem são nossos representantes?? Que tipo de representantes, nós NORTISTAS temos que NÃO lutam pela nossa região e nosso sofrido povo???

    Emenda Ibsen Pinheiro já!!! Que se exploda o Governo Federal e o Trio da USURA + ES.

    E que cada um que cuide de seu percentual de direito e, que seja dividido em partes iguais e que o Rio de janeiro devolva o que ROUBOU do resto do BRASIL. Que se abata futuramente o que foi ROUBADO pelo Rio de Janeiro.
    Não é o Rio de Janeiro que banca sozinho a Petrobras e a Transpetro, quem banca é TODA a NAÇÃO e, o Rio de Janeiro ainda recebe Royalties sozinho. O Rio de Janeiro é SEGREGADOR e SEPARATISTA tal qual São Paulo e Minas Gerais e agora, mais uma rapina, o Espírito Santo.

    COMO PENSA OS SEGREGADORES??

    18/03/2010: Pré-sal: manifestação no Rio questiona “Emenda Ibsen”
    http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=126059&id_secao=1

    O MARCELO DEDA JÁ MANDOU SEU RECADO

    O clima no Congresso é para derrubar o veto. Nós seguramos para tentar um acordo. A presidente Dilma quer que essa questão dos royalties seja negociada. Ela disse que não pode operar a derrubada do veto e que terá de defendê-lo. Agora, se não construirmos um acordo, nem Dilma segura a votação no Congresso – avisou Déda.

    https://conteudoclippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2011/6/16/royalties-dilma-apela-para-consenso/

    A VANESSA GRAZIOTTIN TAMBÉM DEU SEU RECADO

    A líder do PCdoB na Câmara, deputada Vanessa Graziottin (AM) explica que a Emenda Ibsen avança para além da área do pré–sal, modifica a divisão dos royalties favorecendo estados e municípios não produtores na área já licitada, o que é reclamado pelo Rio de Janeiro. Na prática, a proposta retira recursos do estado, não é que deixará de ganhar com a exploração do pré-sal, o Rio e o Espírito Santo perdem os recursos atuais.

    http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=125569&id_secao=1

    O EDUARDO SERRA JOGOU SAL NA FERIDA

    14/09/2010: Eduardo Serra, candidato do PCB ao governo, defende royalties para estados mais pobres e aumento de ICMS para grandes empresas

    http://oglobo.globo.com/pais/eleicoes2010/mat/2010/09/13/eduardo-serra-candidato-do-pcb-ao-governo-defende-royalties-para-estados-mais-pobres-aumento-de-icms-para-grandes-empresas-917625585.asp

    MEU RECADO EU DEI E REPITO: Eugênio disse: 7 de agosto de 2011 às 21:05

    Agradeço a Carta Capital por Confirmar a Autorização para eu participar dos “Diálogos Capitais Pré Sal” conforme enviado por email, não vou poder ir, mas, adianto o JOGO de CARTAS marcadas: Nenhum dos Excluídos da Política do Café com Leite foi convidado, era esta minha mensagem a dar caso eu pudesse ir. Viva a EMENDA IBSEN PINHEIRO!!
    Geraldo Alckmin… Paulo Skaf… Edison Lobão (vide Colossus e a Mina de Serra Pelada)… Renato Casagrande, é partidário dos Estados Produtores… José Renato Almeida (PROMINP) é ÚNICO que vai falar por Pernambuco e Bahia e, porque estes dois estados tem refinarias, estaleiros e petroquímica; Maurício Guedes é diretor do Parque LADRÃO e SEGREGADOR Tecnológico da UFRJ… Haroldo Lima e Sérgio Gabrielli tem seus escritórios no Rio de Janeiro.
    O BraSil vai do CABURAÍ ao CHUÍ.

    http://www.cartacapital.com.br/politica/pre-sal-elevou-em-sete-vezes-investimentos-da-petrobras-no-setor#comment-92980

    NORTE/NE: CHEGA DE ESCRAVIDÃO E SUBSERVIÊNCIA, “ELES” SÃO SÁDICOS, NÓS SOMOS MASOQUISTAS??????

    Discurso Sobre a Servidão Voluntária
    Etienne de La Boétie

    Etienne de La Boétie morreu aos 33 anos de idade, em 1563. Deixou sonetos, traduções de Xenofonte e Plutarco e o Discurso Sobre a Servidão Voluntária, o primeiro e um dos mais vibrantes hinos à liberdade dentre os que já se escreveram.

    – O poder que um só homem exerce sobre os outros é ilegítimo.

    – A preferência pela república em detrimento da monarquia.

    – As crenças religiosas são frequentemente usadas pelas monarquias para manter o povo sob sujeição e jugo.

    Etienne de La Boétie afirma no Discurso a liberdade e a igualdade de todos os homens na dimensão política.

    Evidencia, pela primeira vez na história, a força da opinião pública.

    Repele todas as formas de demagogia.

    Incursionando pioneiramente pelo que mais tarde ficará conhecido como psicologia de massas, informa da irracionalidade da servidão, desde o título provocativo da Obra, indicada como uma espécie de vício, de doença coletiva.

    O Discurso, que no século XVI Montaigne considerava difícil prefaciar, hoje em dia é ainda tristemente atual.

    O ser humano encontra-se em amarras auto-infligidas por toda a parte. Como dizia Manuel J. Gomes, importante tradutor de La Boétie para o português:

    “Se em 1600 era tarefa difícil escrever um prefácio a La Boétie, hoje não é mais fácil. Hoje como nos tempos de La Boétie e Montaigne, a alienação é demasiado doce (como um refrigerante) e a liberdade demasiado amarga, porque está demasiado próxima da solidão. E da loucura.”

    http://www.culturabrasil.org/boetie.htm

    SERVIDÃO VOLUNTÁRIA

    Em 1577 foi publicada na França a primeira edição do livro “Discurso da Servidão voluntária” de Etienne de la Boétie. Esta obra, no entanto, de certa forma, foi escondida nas bibliotecas, pois já nestes inícios dos tempos modernos fazia uma crítica contundente aos poderes absolutos e tirânicos de qualquer espécie. Embora no século XIX voltasse a merecer reedições, contudo seus editores, em várias passagens da obra, não foram rigorosos na transcrição do texto do autor. Hoje temos um bom texto básico, que serviu para a tradução portuguesa, comentada pela filósofa Marilena Chauí, e outros. Mas por que estou ressuscitando este livro para construir uma reflexão sobre alguns poderes de hoje que subjugam milhões de homens a seu mando?

    http://www.recantodasletras.com.br/artigos/1531075

    Comparato, a Líbia e o Brasil: a servidão voluntária
    A SERVIDÃO VOLUNTÁRIA
    Fábio Konder Comparato

    Por estas bandas o povão vive tranqüilo e feliz, na podridão e na miséria.

    http://www.conversaafiada.com.br/mundo/2011/02/25/comparato-a-libia-e-o-brasil-a-servidao-voluntaria/

    http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/comparato-a-servidao-voluntaria.html

    http://www.cartacapital.com.br/politica/a-servidao-voluntaria

    http://www.advivo.com.br/blog/luiz-eduardo-brandao/a-servidao-voluntaria

  2. Durante os Governos do PT a diminuição das desigualdades, inclusive regionais tem sido pautada e encaminhada como nunca antes em nossa história. A votação e o apoio que temos recebido do povo do Norte/Nordeste é uma das provas da discordância deste povo das posições que voce aqui expressa de forma bastante destemperada.
    Existem segregadores, opressores, xenófobos e fascistas em todo o Brasil. São minorias histéricas que derrotaremos sempre, em defesa de uma pátria una, indivisível que precisa ser mais justa e igualitária. Este é o nosso caminho, um pais de TODOS e sem miséria.
    Abraço fraterno

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s