O SERTÃO E A DESVALORIZAÇÃO DA CULTURA POPULAR

Posted: 13/08/2011 in cultura, Memória histórica
Etiquetas:, , ,

   

Por Manoel Belizario

       Qualquer pessoa que visite o sertão hoje na perspectiva de encontrar um espaço que faça jus ao status de habitat natural da Literatura de Cordel e da cultura popular nordestina com certeza ficará decepcionado: as terras sertanejas hoje em dia,  como nunca, servem ao lixo cultural invasor de todo o nosso país.
Lembro com muita saudade de meu tempo de criança no sitio Lages entre os anos de 1985-1990. Foi nesta época que presenciei a efervescência da cultura popular em minha região. Brincadeiras de roda, galhinho de amor, do anel, passeio, cai no poço, as leituras de livretos, recontação dos mesmos em forma histórias nas debulhas de feijão, etc.
Com o surgimento da TV lá em meu sítio, em 1990 aí mudou-se o foco e ninguém quis mais saber de outra coisa, só das novelas que ainda me lembro que estava passando à época: Gente Fina, Mico Preto, Rainha da Sucata, etc. Ninguém tinha outro assunto para falar.
Durante o tempo que permaneci no Sertão, na zona urbana – entre 1990-2004 sinceramente não tive oportunidade de ter um contato expressivo com as manifestações culturais populares. Conheci muito pouco do forró de raiz e a Literatura de Cordel simplesmente desapareceu.
Foi em João Pessoa que tive oportunidade de conhecer mais a fundo as manifestações culturais do sertão e portanto passei a dar um especial valor às mesmas.
Vejo então uma inversão de valores. Hoje a capital valoriza a cultura sertaneja e o próprio sertão a descarta ou substitui por uma cultura efêmera, medíocre, suja, o chamado lixo cultural – como o caso do forró de raiz trocado pelo eletrônico/pornográfico.

Quem visitar o sertão
Procurando por cultura
Com certeza não será
Feliz em tal aventura
Sei que é triste o que digo,
Mas é a verdade pura.

O sertão hoje está
Envolto num lamaçal
Podre e talvez sem volta:
O do lixo Cultural.
Que eleva a porcaria,
Que valoriza o banal.

Acorda sertão o teu
Forró e o de raiz
O qual foi disseminado
Pelo Jackson e por Luiz
No Brasil, onde nasceu
O cordel? Sertão me diz…

Imagem: http://www.overmundo.com.br

Publicado originalmente no Cordel Paraíba

Anúncios
Comentários
  1. Eugênio diz:

    Quem destrói NOSSA cultura é a MASSIFICAÇÃO da MÍDIA e a MÁFIA do JABÁ em TODAS as áreas. O PNBL e a LEI de MÍDIA poderiam nos ajudar, e muito, mas não é isso que o Paulo BASTARDO quer.

    Nortistas e Nordestinos são DIRECIONADOS a RELEVAR as próprias TRADIÇÕES, os INTERESSES comerciais dos coronéis do NORTE/NE são RESPALDADOS pelos CORONÉIS do Sul Maravilha, somos OBRIGADOS pela MÍDIA a CONSUMIR seus PRODUTOS em DETRIMENTOS aos NOSSOS, em especial, a PERNAMBUCO, o maior e mais ricos estado CULTURAL do BRASIL, que o diga, Dona Zabe da Loca e (ah, quem me dera), a minha finada querida Dona Amara de Agrestina ou do Meste Salustiano.
    O que dizer então de Ariano Suassuna, da Banda de Pau e Corda, da Banda de Pífanos de Caruaru, do finado Movimento Mangue, de Lia de Itamaracá, da Dona Aurinha, de Antonio Carlos Nóbrega, de Zoca Madureira, de Kátia Mezel, de nosso INCONTÁVEIS Mestres literários e Heróis BraSileiros??
    Os próprios pernambucanos cospem na memória do General Abreu e Lima e homenageiam Caxias e Tiradentes, impostos pelas Vivandeiras e pela “santa” Igreja Católica.

    CORDEL NÂO é Cultura Popular. CORDEL é uma DIVINDADE, um PATRIMÔNIO MUNDIAL. CORDEL não é para qualquer um, CORDEL é para um grupo SELETO, por demais resumido de SÁBIOS e FILÓSOFOS. Tem que ser Cabra Macho para ser um Mestre desta Arte.

    http://www.bahai.org.br/cordel/generos.html

    http://violasertaneja.sites.uol.com.br/repente.htm

  2. […] O SERTÃO E A DESVALORIZAÇÃO DA CULTURA POPULAR […]

  3. Eugênio:
    Tenho acôrdo com a necessidade de continuarmos a lutar em defesa de um outro olhar no PNLB e mais ainda na questão do Marco Civil da Internet e Democratização das Comunicações.
    Mas especialmete agradeço pelo Néctar dos Deuses presente nos links que indicou.
    Abraço fraterno,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s