Neta de Salvador Allende é eleita prefeita de cidade no Chile

Posted: 09/01/2013 in ELEIÇÕES, ideologia, INTERNACIONAL
Tags: , , ,

Maya Fernández Allende será prefeita da cidade de Ñuñoa.
Candidato derrotado era prefeito do município desde 1996.

 

Uma das netas do falecido presidente Salvador Allende, Maya Fernández Allende, foi eleita prefeita de um município da região metropolitana de Santiago no domingo (28), segundo confirmou o Serviço Eleitoral chileno.
Em uma apertada disputa nas eleições municipais, Maya, do Partido Socialista, foi eleita com uma diferença de apenas 92 votos. O outro candidato, Pedro Sabat, era prefeito de Ñuñoa desde 1996. “Sempre estarei disposto a ajudá-la”, disse Sabat
Maya Fernández Allende, de 41 anos, é filha de um diplomata cubano, Luis Fernández Oña, e de Beatriz Allende. Sua mãe se suicidou em 1997 enquanto a família vivia exilada em Cuba, onde Maya viveu até os 21 anos.
Maya Fernández Allende, neta de Salvador Allende, foi eleita prefeita de município próximo a Santiago, no Chile (Foto: Divulgação)Maya Fernández Allende, neta de Salvador Allende, foi eleita prefeita de município próximo a Santiago, no Chile (Foto: Divulgação)
A neta do presidente Salvador Allende (1970-1973), que assumirá suas funções em dezembro, não é a única integrante da família que está imersa na política: sua tia, Isabel Allende, é senadora, também pelo Partido Socialista.
Precisamente, um dos fatos mais curiosos de domingo aconteceu quando os mesários de uma seção no município de Estación Central se depararam, no registro de eleitores, com o nome do Salvador Allende, morto durante o golpe militar de 1973.
Segundo os responsáveis pela zona eleitoral, o erro provém do Serviço de Registro Civil, órgão que forneceu ao Serviço Eleitoral (Servel) informações necessárias para a elaboração de um novo censo, após a reforma que estabeleceu a inscrição automática e o voto voluntário.
Outra vitória que teve muita repercussão foi a de Carolina Tohá, ex-porta-voz do governo de Michelle Bachelet, que dedicou seu triunfo em Santiago Centro a seu pai, José Tohá, ministro de Allende, falecido em 1974 durante a ditadura de Augusto Pinochet.
A justiça investiga a possibilidade de a morte de Tohá não ter sido provocada por suicídio (enforcamento), mas sim por um homicídio (estrangulamento), já que foi achado em um Hospital Militar dentro de um armário, pendurado com seu cinto, apesar de medir 1,92m.
Em Providência, a socióloga Josefa Errázuriz, líder comunitária que se apoiou nos movimentos sociais, conseguir vencer o coronel aposentado Cristián Labbé, que foi chefe de segurança de Pinochet e buscava seu quinto período à frente do município.
Labbé, que ao ir votar foi alvo de uma manifestação por seu passado como agente da Polícia secreta na época da ditadura, rotulou sua rival como ‘serpente do paraíso’ e anunciou que não a felicitaria.
Além disso, no município de Huechuraba, o candidato da oposição Carlos Cuadrado Prats, neto do general Carlos Prats, comandante do Exército de Allende e assassinado em 1974 em Buenos Aires por agentes da polícia secreta da ditadura, foi eleito com 46,74% dos votos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s